terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Adaptação da Bela Infanta...


BELA INFANTA!
 
Estava a bela infanta

No centro comercial sentada,

Com os sacos na mão

As suas compras olhava.

Deitou os olhos para o lado

E viu o gerente da loja

Por ali a desfilar.

- Diz-me, ó Senhor,

Desse teu nobre fato,

Se encontraste o meu marido

No lago a nadar.

- Anda tanta gente

Nesta loja admirada

Diz-me tu, ó Senhora

As modas que ele levava.

- Levava tanga curta

Azul da cor do mar

E a sua touca doirada

Brilhava ao luar.

- Pelos sinais que me deste

Lá o vi a mergulhar

Para a boca do tubarão

Saltou sem pensar.

- Ai triste de mim, viúva

Ai triste de mim, coitada

Que a minha rica filha

Ainda não está formada.

- Que darias tu, Madame

A quem o trouxera aqui?

- Dera-lhe todas as minhas compras

Que tenho agora aqui.

- As tuas compras, não quero

Que não servem para mim

Que darias mais Senhora

A quem o trouxera aqui?

- Dera-lhe o meu IPHONE 5

A última moda que anda por aí.

- O teu I…I.. phone, ou seja lá o que for

Não quero senhora, essa tua engenhoca

Pois em minhas mãos é uma minhoca.

Que darias mais Madame

A quem o trouxera aqui?

- Dera-lhe o meu DODGE

Acredite, não há igual por aí.

- Teu DODGE não quero

Que só conduzo motociclo.

Que darias mais Madame

A quem o trouxera aqui?

- Dera-lhe o meu ROMBA

Para a casa lhe limpar.

- Teu ROMBA não quero

Que precisas dele para arrumar.

Dá outra coisa, Madame

Se queres que o traga aqui.

- Não tenho mais que dar

Nem tu mais o que pedir.

- Ainda não te deste a ti…

- Gerente que tal pede,

Com fato de vilão te vi

Pelos seguranças arrastado

Te farei andar nas escadas rolantes

Sem ninguém para te acudir.

- SEGURANÇAS, SEGURANÇAS

Socorrei-me agora aqui

Que este vilão

Quer algo de mim.

- Esta tatuagem que trago aqui

Quando eu a fiz

Tu estavas ao pé de mim.

- Tantas semanas que te procurei

Tantas semanas que temi

Deus te perdoe, ó marido

Que me ias perdendo aqui.
 
 
 
Beatriz, Inês e Rafaela    6.º D

2 comentários:

  1. está muito bem feito! Adorei aquela parte da tatuagem!

    ResponderEliminar
  2. O poema esta bem escrito , adoro este poema

    ResponderEliminar